03 abril 2014

O encontro do palhaço com a música chega a Itaqui


Os músicos palhaços da porto-alegrense Bandinha Di Dá Dó se apresentam hoje no teatro Prezewodowski, em duas sessões: às 15h30min e às 20h. A entrada é gratuita.

O evento é uma parceria do Setor Municipal da Cultura e os Amigos da Cultura. A apresentação faz parte da "Circula Tchê Tour!", turnê da Bandinha Di Dá Dó, que passa por sete cidades do RS: Pelotas (2), Bagé (3), Itaqui (4), São Borja (5), Passo Fundo (6), Mostardas (11) e Rio Grande (12).

Este plano de circulação foi aprovado em edital e é financiado pela Secretária da Cultura do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Conta com o apoio da Prefeitura de Itaqui, Prefeitura de São Borja, Casa Fora do Eixo de Pelotas e Atelier Coletivo de Bagé, e dos demais produtores locais das cidades roteirizadas.

A trupe começou sua jornada na capital em 2005 e já teve em sua formação um itaquiense, o músico Ed Lannes. Atualmente a banda é formada por Mauro Bruzza (acordeom e vocal), Thiago Ritter (baixo), Gabriel Grillo (guitarra) e Paulo Zé Barcellos (bateria). Artistas com experiência em trilhas sonoras para teatro e circo.

Com uma proposta de unir música e teatro para divertir - uma espécie de doutores da alegria da música – os palhaços Cotoco, Teimoso Teimosia, Invisível e Zé Docinho conquistaram uma atenção sólida no Estado e já se apresentaram na Europa. Em 2012 lançaram o primeiro registro autoral em CD, chamado “It's a Clown Music! Bandinha Di Dá Dó e Muito Mais...”.

A sonoridade do quarteto é uma mescla de world music, música cigana e rock and roll, e possuem diversas influencias, como: Gogol Bordello, Goran Bregovic, La Rue Kétanou e Municipale Balcânica.


O objetivo da Bandinha é levar o humor para as pessoas de todas as faixas etárias, em locais fechados ou nas ruas.